Imprimir

O Arco

Escrito por Infosolda. Posted in Industrial

Artigo traduzido pelos alunos da Fatec-SP: Alexandre de Freitas, Alexandre marques de lima, Alfredo Feitosa e Everaldo Sena de moura.

1. Procedimento geral durante a soldagem

1.1. Estrutura Fundamental

O eletrodo revestido é um eletrodo de produção de arco e metal de adição ao mesmo tempo.

O eletrodo revestido ilustrado na figura 1. consiste de uma vareta de metal que é revestida por uma camada constituída de elementos de liga.

Durante a soldagem com CC a polaridade é relacionada ao eletrodo.

A corrente entre o eletrodo e a poça de fusão é gerada pelo arco.

A resistência térmica é usada para derreter o metal de adição e o metal de base.

Uma atmosfera gasosa é formada pela combustão dos gases. A atmosfera de gás protetor protege o arco e a poça de fusão dos componentes da atmosfera (O2,N2,H2).

Imprimir

Introdução geral à soldagem e tecnologia de juntas I

Escrito por Infosolda. Posted in Industrial

 Texto traduzido pelo Aluno da FATEC-SP Péricles Cirillo

 

Definições

Soldagem: Soldagem é a união de materiais em uma zona de soldagem por uma aplicação de calor e/ou pressão, com ou sem metal de adição. Materiais auxiliares, por exemplo, gases de proteção, fluxos ou pastas, podem ser usados para tornar o processo possível ou mais fácil. A energia requerida para a soldagem é fornecida por fontes externas.

[DIN 1910 Part 1]

Tocha Brasagem (TB): Tocha Brasagem (TB) tem todos os ingredientes básicos de um processo de soldagem com a diferença de que o metal base não se funde, e o metal de adição consiste de uma liga diferente. A principal diferença entre brasagem e soldagem é a temperatura de fusão do metal de adição. Metais de adição na brasagem tem temperatura de liquefação acima de 450ºC.

Imprimir

Viabilidade da Substituição da Soldagem Manual por robótica

Escrito por Infosolda. Posted in Industrial


Leia o artigo técnico do aluno da Fatec-SP - Thiago Loretti

As indústrias de autopeças em franco crescimento no Brasil devido à quantidade de veículos vendidos e modelos que se renovam constantemente e com a concorrência acirrada das montadoras chinesas e coreanas, vem impulsionando a renovação do parque fabril das empresas metalúrgicas. Para assegurar o sucesso neste caso, as empresas precisam atualizar seus equipamentos, sendo o momento oportuno para a busca da robotização que é o processo que viabiliza a produtividade, qualidade e segurança do trabalho, principalmente quando se trata do processo de soldagem a arco elétrico que utilizam gases inertes (GMAW).

Imprimir

SOLDAGEM DE MANUTENÇÂO NA INDÚSTRIA CIMENTEIRA

Escrito por Infosolda. Posted in Industrial


Leia o artigo técnico dos alunos da Fatec-SP - Antônio Juvêncio Junior, Antônio Mariano, Rodrigo Cardoso Santos e Henrique Vieira Batista

Por volta de 1830 o inglês Joseph Aspdin criou e patenteou o processo de fabricação de um ligante que resultava da mistura, calcinada em proporções certas e definidas de calcário e argila. O resultado foi um pó que, por apresentar cor e características semelhantes a uma pedra abundante na ilha de Portland, que foi chamado de “cimento Portland”. No Brasil, as primeiras tentativas de fabricação de cimento ocorreram no final do século XIX. Mas foi ano de 1926 a indústria do cimento no Brasil começou a caminhar, com a inauguração da fábrica da Companhia Brasileira de Cimento Portland, em Perus.