Imprimir

Soldagem TIG (GTAW) de tubulações em titânio

Escrito por Infosolda. Posted in Processos de Soldagem

 

                      

      Confira a dica de Dennis Klingman (Consultor técnico de treinamento) para a execução de soldagem de tubulações em titânio:

Vídeo feito pela lincolnelectrictv. Trara-se de dicas para a execução de soldagem de tubulações em titânio pelo processo TIG.

Clique aqui e veja o vídeo na íntegra.

Vídeo com duração de 7:21 minutos.

  

Textos relacionados:

Processo TIG - características

Processo TIG - consumíveis

Processo TIG - eletrodo

Gases de proteção

 

 

 

Imprimir

Soldagem subaquática com alumínio

Escrito por Infosolda. Posted in Processos de Soldagem

Este documentário foi publicado pela lincolnelectrictv. A entrevista é realizada com diversos profissionais de soldagem subaquática e especialistas em construção submarina. O alumínio é um dos melhores materiais para usarmos na água, porém é necessário um conjunto de habilidades especializadas para realizar a manutenção deste material.

Os cascos do navio confeccionados em alumínio já estão com o seu espaço garantido dentro da frota da Marinha dos EUA. O interessante é que enquanto o reparo de navios com casco de aço, feitos na água, é de conhecimento de todos, o mesmo trabalho com alumínio é pouco conhecido e apresenta maiores desafios.

O alumínio é geralmente considerado muito mais difícil de soldar do que o aço se pensarmos em condutividade térmica e o ponto de fusão, estes dois itens são grandes vilões na soldagem subaquática do alumínio. A porosidade é o desafio a ser vencido.

Imprimir

Use Undermatching Weld Metal Where Advantageous

Escrito por Leandro Peres Ferreira. Posted in Processos de Soldagem

Practical Ideas for the Design Professional by Duane K. Miller, P.E.

How Strong Does a Weld Have To Be?

The answer is fairly simple: strong enough to transfer the loads that are passed between the two interconnected materials. How strong does the weld metal have to be? The answer to that question is far more complex.

In order to make a weld of sufficient size, the designer has three variables that can be changed to affect the weld strength:

• weld length;

• weld throat, and;

Imprimir

Consider Direction of Loading When Sizing Fillet Welds

Escrito por Leandro Peres Ferreira. Posted in Processos de Soldagem

Practical Ideas for the Design Professional by Duane K. Miller, Sc.D., P.E.

The traditional approach used to design a fillet weld assumes that the load is resisted by the weld’s throat, regardless of the direction of loading. Experience and experimentation, however, have shown that fillet welds loaded perpendicular to their longitudinal axis have an ultimate strength that is approximately 50% greater than the same weld loaded parallel to the longitudinal axis. The traditional approach, in which direction of loading is not considered, is therefore conservative. Such a philosophy was incorporated into the AWS D1.1 Structural Welding Code - Steel, as represented by the following provision from the 1994 edition.