Processos de Soldagem

Solda por Explosão

Artigo escrito por Nathália de Mello Rocha.

Soldagem a explosão é um processo de soldagem em estado sólido, que produz uma solda pelo impacto em alta velocidade das peças em trabalho, como resultado de uma detonação controlada. A explosão acelera o metal a uma velocidade que produz uma adesão metálica entre eles após a colisão. A solda é produzida em uma fração de segundo sem adição de metal. É essencialmente um processo a temperatura ambiente em que não ocorre um grande aquecimento das peças em trabalho. As superfícies de contato, entretanto, são aquecidas pela energia de colisão, e a soldagem é conseguida pelo fluxo plástico do metal em suas superfícies.

Nos anos 1950 pós a guerra, muitas empresas e instituições de pesquisa perceberam nos explosivos uma fonte de energia para se trabalhar nos metais, quando foram encontrados com frequência fragmentos de bombas soldados na parte externa de estruturas metálicas. A primeira publicação a reconhecer o potencial da soldagem por explosão ocorreu em 1944, e em 1962 a primeira patente associada ao processo foi depositada. Desde aquela época, tem havido muitas experiências em estampagem, forjamento, corte, têmpera, a compactação do pó e soldagem.

Arquivo: Tamanho 0,22 MB em pdf. 7 páginas e 3 figuras.

Textos relacionados:

Soldagem por explosão

Descontinuidades em Juntas Soldadas

Clique aqui e baixe o artigo: Solda por Explosão

 

 

SHARE
RELATED POSTS
Brasagem do Alumínio
Fillet Welds That Are “Too Long”
High quality aluminium welding – a key factor in future car body production

Deixe seu comentário

*