Higiene e Segurança

Fontes de ignição na soldagem

As operações de soldagem ou corte são fontes potenciais de ignição de outros materiais ou das instalações. São muitas a formas: arco elétrico; problemas elétricos (equipamento/fiação); chama aberta; matéria aquecida ou em fusão; partículas incandescentes volantes (as mais perigosas); reações de oxigênio com materiais facilmente oxidáveis e tanques de gases inflamáveis.

Os tanques que contiveram inflamáveis devem sofrer limpeza completa e perfeita com vapor ou agente especial ou solução de hidróxido de sódio (NaOH); obter completa remoção de combustíveis, graxas, etc.; preenchimento com gás inerte (purga com nitrogênio, por exemplo); preenchimento com água, quando metalurgicamente possível; manter respiros/ventilação; usar equipamento de proteção individual (EPi); utilizar explosímetro (teste final para verificar a presença de misturas inflamáveis); usar ferramentas anti-centelha, tais como bronze, aço-berílio.

Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

SHARE
RELATED POSTS
Radiação Infravermelha
Substituição de produto tóxico
Uso de lentes de contato

Deixe seu comentário

*