Higiene e Segurança

Ultravioleta

A radiação ultravioleta ou UV é emitida por todos os tipos de arcos elétricos, além de lâmpadas especiais. A intensidade é maior nos processos protegidos, como MIG e MAG. Os efeitos são a queimadura de pele tipo solar (eritema) e uma conjuntivite-queratite (inflamação da córnea). Os efeitos são retardados em várias horas (6 a 12), não havendo sensação importante no momento da exposição. A pele fica bronzeada, num processo de aclimatação; todavia não existe aclimatação para os olhos.

A radiação UV é pouco penetrante, sendo barrada pelos materiais opacos e pelo vidro comum (80% de retenção). Para proteção ocular nos processos de soldagem, é necessária maior proteção, com lentes de tonalidade padronizada.

A tonalidade pode ser selecionada de tabelas orientativas. É aceitável variação de mais ou menos um ponto de tonalidade, para acomodação pessoal em relação ao brilho da fonte, sem problemas de perda de proteção em relação ao UVe IV. As lentes adequadas para trabalhar com processos a arco elétrico com proteção gasosa podem ser vistas num quadro.

Processo

Intensidade de corrente ou diâmetro do eletrodo

Tonalidade

Eletrodo revestido

Até 100A
Até 5/32′ (4mm), 100 a 300A 3/16″ (4,8mm) a 1/4″ (6,4mm) Acima de 300A, acima de 1/4′ (6,4mm)

8-9 10-11 12 14

Proteção por gãs inerte IMIG)

Até 200A Acima de 200

10-11 12 -13-14

Proteção por gás ativo (MAG)

12-13- 14

Eletrodo de tungstênio com proteção de gás inerte (TIG)

Até 15A 15 a 75A 75 a 100A 100 a 200A 200 a 250A

8 10 11 12 13- 14

Eletrodo de grafite

14

 

O soldador tem o hábito de iniciar o arco sem a lente de proteção, pois não pode ver o eletrodo através da lente se não houver arco formado. Assim, inicia o arco e depois abaixa o elmo para fazer o trabalho. Este estudo mostrou que a emissão de UV apresenta picos durante o primeiro segundo de formação do arco. A irradiância UV chega a ser mais de 10 vezes maior que a de regime permanente nos primeiros 50 milissegundos.

A radiação UV na faixa da luz negra normalmente não causa problema. Exceções importantes são as pessoas fotossensíveis, para as quais nenhuma exposição deve ser permitida, como albinos, portadores de herpes, lupus, pessoas que tomam certos medicamentos, além da fotossensibilidade de contato temporária por vegetais como limão/figo.

 Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

SHARE
RELATED POSTS
Uso de lentes de contato
Triângulo de fogo
Alteração do processo de trabalho

Deixe seu comentário

*