Processos

Processo TIG – parâmetros

Os parâmetros de soldagem são responsáveis pela qualidade do cordão de solda; assim, é preciso conhecer essas variáveis para escolher o procedimento adequado a cada tipo de trabalho. Os parâmetros a considerar são o comprimento do arco, a velocidade de soldagem, a vazão do gás e a corrente de soldagem.

comprimento do arco

O comprimento do arco é a distância entre a ponta do eletrodo e o metal de base; o aumento do comprimento faz aumentar também a tensão do arco, sob uma dada corrente de soldagem e determinado gás de proteção. O comprimento do arco influencia o cordão de solda, que será tanto mais largo quanto maior for o arco. Um arco muito curto ou muito longo torna-se instável, favorecendo a formação de porosidades, mordeduras e falta de fusão.

velocidade de soldagem

A velocidade de soldagem tem influência sobre a penetração e a largura do cordão de solda; assim, se a velocidade aumenta, a penetração e o cordão diminuem, acontecendo o mesmo também com o reforço, quando se solda com adição de metal. Uma velocidade maior melhora a eficiência e a produtividade da soldagem, reduzindo os custos de produção; no entanto, velocidades altas demais podem causar descontinuidades, como falta de penetração e mordeduras.

vazão do gás

Para que a proteção oferecida pelo gás seja eficiente, é preciso considerar a vazão do gás. A vazão deve ser forte o suficiente para deslocar o ar para longe da área da solda e assim proteger a poça de fusão; no entanto, uma vazão elevada pode causar turbulência no fluxo do gás, resultando em descontinuidade ou defeitos no cordão e instabilidade doarco, sem falar no custo maior de soldagem.

A vazão ideal leva em consideração fatores como; tipo de gás utilizado; distância entre o bocal e a peça; tipo e posição da tocha; tipo de junta; diâmetro do bocal; velocidade e posição de soldagem; tipo de metal a ser soldado e tamanho da poça de fusão. Existem no mercado dispositivos adaptáveis à tocha que permitem um fluxo de gás mais suave e eficiente. Uma regra para determinar a vazão ideal é fazer um teste, iniciando com vazão elevada e diminuir gradativamente até que comece uma oxidação superficial do cordão; a vazão ideal será a mais próxima e superior a essa.

uma vazão baixa não oferece proteção adequada à poça de fusão, causando também descontinuidades

corrente de soldagem

O ajuste da vazão de gás está relacionado com a intensidade de corrente ideal para os diferentes metais a soldar. Considerando o argônio como gás de proteção, a relação vazão/corrente pode ser mostrada em um quadro.

Um quadro pode auxiliar a selecionar o gás recomendado para os diferentes metais.

  Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

SHARE
RELATED POSTS
Soldagem a laser – Fundamentos do processo
Processo mig/mag – Modos de transferência
Soldagem por feixe de elétrons – Parâmetros de soldagem

Deixe seu comentário

*