Fundamentos

Estrutura da matéria

Durante a última parte do século XVII e começo do século XIX, foram feitas algumas descobertas que provocaram uma grande revolução na ciência. Na década de 1770, o oxigênio, o flúor e vários metais novos, como o manganês e o tungstênio, foram pela primeira vez preparados em laboratório.

Em 1789, Lavoisier apresentou o seu Traité que marcou o fim da alquimia e o início da Química moderna. Lavoisier, entre outras coisas, esclareceu a idéia de elemento químico, apresentou um sistema de identificação das substâncias compostas e estabeleceu a lei da conservação das massas na transformação química.

Um passo a frente foi dado dez anos depois, quando Proust mostrou que, em um dado composto, por exemplo, na formação do óxido de cobre, a quantidade de cobre e de oxigênio é sempre a mesma, não importando como nem quanto óxido de cobre foi obtido. Proust comprovou essa mesma relação em inúmeros compostos e propôs, então, que quando dois ou mais elementos se combinam, há sempre uma proporção de peso fixa ou definida entre esses elementos.

Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

SHARE
RELATED POSTS
Física do arco elétrico
Massa atômica
Isótopos

Deixe seu comentário

*