Higiene e Segurança

Limites de tolerância

A legislação brasileira decretou limites de exposição para determinados níveis de ruído, que definem tempos máximos de exposição, em horas, por dia de trabalho. Os limites de tolerância fixam horas máximas de exposição para determinados níveis de ruído. Porém, sabe-se que praticamente não existem tarefas profissionais onde o indivíduo é exposto a apenas um determinado nível de ruído em toda a jornada; o que ocorre são exposições por tempos variados a níveis de ruídos variados. Os limites de tolerância aos variados níveis de ruído encontram-se num quadro.

Os limites de tolerância fixam horas máximas de exposição para determinados níveis de ruído. Porém, sabe-se que praticamente não existem tarefas profissionais onde o indivíduo é exposto a apenas um determinado nível de ruído em toda a jornada; o que ocorre são exposições por tempos variados a níveis de ruídos variados.

Para avaliar as exposições calcula-se a dose de ruído. O cálculo da dose permite saber a exposição sofrida pelo indivíduo em todo ciclo de trabalho, em determinado período de tempo. Se o valor da dose for menor ou igual à unidade (1), ou 100%, a exposição é admissível. Se o valor da dose for maior que 1 ou 100%, a exposição ultrapassou o limite, não sendo admissível. Tal fato traz conseqüências e exige medidas de controle.

Nível de ruído dB (A)

Máxima exposição diária permissível

85

8 horas

86

7 horas

87

6 horas

88

5 horas

89

4 horas e 30 minutos

90

4 horas

91

3 horas e 30 minutos

92

3 horas

93

2 horas e 40 minutos

94

2 horas e 15minutos

95

2 horas

96

1 hora e 45minutos

98

1 hora e 15minutos

100

1 hora

102

45 minutos

104

35 minutos

105

30 minutos

106

25 minutos

108

20 minutos

110

15 minutos

112

10 minutos

114

8 minutos

115

7 minutos

A exposição inadequada, a médio prazo, leva à perda auditiva, que é lenta, irreversível e imperceptível, principalmente porque o ouvido começa a perder a sensibilidade a freqüências muito altas, da ordem de 4000Hz; isso não se percebe em termos de fala ou conversação, visto que a voz humana está no intervalo entre 300 e 2.000Hz. Para diagnosticar corretamente alguma perda auditiva, faz-se exame audiométrico.
SHARE
RELATED POSTS
Educação e treinamento de pessoal
Higiene e segurança no trabalho
Reconhecimento de risco

Deixe seu comentário

*