Simbologia de Soldagem

Simbologia de soldagem – Símbolos básicos

Simbologia de soldagem

A simbologia de soldagem diz respeito à representação gráfica de todas as informações que são necessárias ao desenvolvimento do trabalho dos profissionais da área. As várias normas que regem a simbologia de soldagem correspondem aos processos de trabalho de indústrias européias, americanas e asiáticas, tais como AWS – American Welding Societty; Euronorm, norma européia; ISO – International Standard Organization -; JIS – Japanese Industrial Standards. As normas mais utilizadas no Brasil sáo da AWS e da ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas.

 

Símbolos

Os símbolos são desenhos que representam orientações para o processo de soldagem; indicam a geometria das juntas, as dimensões e o ângulo do chanfro, a abertura de raiz, o comprimento da solda, o local de trabalho, entre outras informações.

Utilizam-se os símbolos para economizar espaço e trabalho nos desenhos dos projetos e, ao mesmo tempo, fornecer tantas informações quanto se poderiam encontrarem longos parágrafos; além disso, os símbolos tornam a interpretação do desenho mais rápida e fácil. Os símbolos de soldagem podem ser classificados em dois grandes grupos: os símbolos básicos e os suplementares. A norma AWS considera um terceiro grupo, o dos símbolos típicos, que reúne todos os símbolos necessários ã situação de soldagem, bem como as dimensões e especificações de materiais.

Símbolos básicos

Os símbolos básicos de soldagem transmitem as informações elementares do processo. Segundo a AWS, as partes sempre presentes na representação simbólica da soldagem são a linha de referência e a linha de seta.

A linha de referência é um traço horizontal que serve de suporte para as informações a respeito da soldagem. Conforme sua localização, acima ou abaixo da

linha da referência, os símbolos utilizados indicam ações diferentes.

Um símbolo colocado abaixo da linha de referência determina que o procedimento de soldagem deve ser feito no lado indicado pela linha de seta; se o símbolo estiver acima da linha, a soldagem deverá ser feita no lado oposto da linha de seta.

 

 

No caso de soldagem em ambos os lados da peça, aparecerão dois símbolos, um acima e outro abaixo da linha de referência.


A linha de seta parte de uma das extremidades da linha de referência e indica a região a ser soldada; o local exato da soldagem é especificado pelo posicionamento do símbolo, acima ou abaixo da linha de referência. A linha da seta pode ser colocada tanto na extremidade esquerda quanto na direita da linha de referência; cabe ao desenhista do projeto decidir a localização adequada, de acordo com o espaço e a estética do desenho.

 

 

 

A linha de seta pode ser contínua ou quebrada, esta também chamada ziguezague. A linha de seta contínua indica que qualquer um dos lados da junta pode apresentar chanfro. A linha de seta quebrada ou ziguezague indica o lado da junta que deverá ser chanfrado.

a outra extremidade da linha de referência pode apresentar um símbolo semelhante a uma letra v deitada.

Este símbolo é chamado cauda e traz informações a respeito de procedimentos, especificação e normas estabelecidos por associações de soldagem. Essas indicações são compostas de algarismos e letras, representativos do procedimento. Se não for necessária nenhuma especificação, o desenho da cauda pode ser dispensado.

O símbolo da solda por costura é representado como um círculo colocado no meio da linha de referência e apresenta dois traços horizontais que cortam o círculo, um acima e outro abaixo da linha de referência.

O símbolo de solda em ângulo é representado como um triângulo retângulo colocado, acima ou abaixo da linha de referência.

A solda de tampão é representada por um retângulo colocado acima ou abaixo da linha de referência. O retângulo pode conter algarismos, indicando a medida do enchimento em milímetros; a omissão da medida indica que o enchimento é total.

O símbolo de solda por ponto é representado como um círculo colocado no meio da linha de referência.

O símbolo da solda de revestimento é representado como dois semicírculos colocados abaixo da linha de referência e indica que uma ou mais camadas de cordão serão adicionadas ao metal de base, uma ao lado da outra.

 

O símbolo de solda por projeção é representado como um círculo colocado tangencialmente à linha de referência, acima ou abaixo dela.

O símbolo da solda de junta sem chanfro é representado como duas linhas verticais, em um dos lados ou nos dois lados da linha de referência.

Os símbolos das juntas com chanfro são V ou X, meio Vou K, U ou duplo U, J ou duplo J. o chanfro de uma junta é indicado por meio desses símbolos, colocados na linha de referência.

Os variados tipos de juntas com chanfro, seus respectivos símbolos e as representações deles nas juntas podem ser vistos no quadro.

O símbolo da junta com uma face convexa é o desenho de um quarto de circunferência ao lado de uma linha vertical, colocados acima, abaixo ou em ambos os lados da linha de referência. Indica que a face de um ou dos dois membros da junta é arredondada.

Se as duas faces forem convexas, o símbolo será de dois desenhos de um quarto de circunferência colocados acima, abaixo ou em ambos os lados da linha de referência.

O símbolo da solda de fechamento ou de aresta pode ser representado de duas maneiras: no caso de peças curvas ou flangeadas, há duas linhas verticais com ponta curva, acima ou abaixo da linha de referência. Indica que a preparação da junta deve prever uma aresta.

 No caso de uma peça curva ou flangeada e uma peça plana, a representação é de duas linhas, sendo uma reta, vertical, e outra reta com ponta curva, acima ou abaixo da linha de referência.

 

 

O símbolo da solda de suporte é um semicírculo colocado acima ou abaixo da linha de referência e do lado oposto ao do símbolo do chanfro. Indica que um cordão extra de solda deve ser feito na raiz do chanfro. O cordão extra pode ser feito antes ou depois do preenchimento do chanfro; a sequencia de soldagem é indicada pelas linhas de referência.

 

O símbolo da solda de encaixe para junta brasada é representado por duas linhas retas inclinadas, colocadas acima, abaixo ou em ambos os lados da linha de referência. Indica um chanfro inclinado na junta.

 

 Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

SHARE
RELATED POSTS
Simbologia de soldagem – Símbolos típicos
Simbologia de soldagem – Símbolos suplementares
Simbologia de soldagem – Dimensões da solda
12 Comentários
  • Ageu Silva
    novembro 5, 2019 at 12:23 am

    Bom Dia,

    Qual a diferenças entre a simbologia entre as normas AWS e ABNT ?

    • novembro 8, 2019 at 9:24 am

      Bom dia Ageu
      Recentemente o Grupo CB 42 da ABNT resolveu revisar essa norma de simbologia, sugiro, usar a AWS até a conclusão dos Trabalhos

  • Simica Harter
    agosto 12, 2019 at 4:19 am

    Bom dia.
    Uma dúvida quanto a linha da seta esta quebrada o que isso quer dizer?..

    • agosto 15, 2019 at 10:18 am

      Bom dia
      A quebra da seta significa que a parte do bisel é chanfrada em uma junta por ex meio V, ou K.

  • Marcos
    junho 21, 2019 at 1:05 am

    Boa noite! Todo chanfro (v k x…) Tem que ser penetração total independente da espessura da chapa?

    • junho 24, 2019 at 8:13 pm

      Bom dia Marcos
      As juntas de topo podem ser de penetração total CJP ou de penetração parcial PJP, quem define a garganta efetiva ou seja a profundidade de penetração é o projetista da junta

  • Rafael Tressino
    abril 8, 2019 at 7:29 pm

    Boa tarde.
    Sobre solda caudeada, qual a melhor maneira de representar em desenhos técnicos, já que não existe uma simbologia específica para este tipo de solda. Existe uma simbologia específica para ela, segundo as AWS, ou alguma outra norma?

  • david
    março 27, 2019 at 6:16 pm

    Boa tarde,
    Uma dúvida sobre a solda de penetração total tipo V ou tipo J em um lado de uma chapa, e solda suporte (fechamento) do lado oposto.
    Qual das duas formas acima alcança maior resistência quando submetida a solicitação por fadiga, em %?

    • março 28, 2019 at 12:56 pm

      Bom dia Sr David

      Ambas as juntas com penetração total (CJP) são adequadas á propriedades necessárias a fadiga, o que a as tornam com menor ou maior resistência é o acabamento e os ensaios não destrutivos que torna a categoria de junta menos resistente ou com vida útil menor, por ex. se ambas as juntas tiverem reforço excessivo a a resistência a fadiga diminui substancialmente, ao passo que se ela for radiografada ou ultrassonografada a junta passa a ter uma categoria superior de resistência a fadiga quando for feito o calculo da tensão admissível.

      Para saber mais indico fazer nosso curso de Engenharia de soldagem ou estruturas metálicas, entre no site http://www.treinasolda.com.br

  • Adilson Santos de Paula de Paula
    janeiro 11, 2019 at 5:49 pm

    A todos responsáveis por estas ediçoes de simbologia parabéns,pela boa explicação.
    Att,
    Adilson

    • Infosolda
      janeiro 11, 2019 at 6:57 pm

      Boa tarde Adilson,

      Agradecemos pelo elogio, caso necessite de algum artigo que não esteja disponível em nosso site fique a vontade para nos contatar.

Deixe seu comentário

*