Dicas

Prof. Gimenes ensina como elaborar uma EPS

O documento básico, ou melhor, o resumo de toda a Tecnologia de Soldagem é a Especificação de Procedimento de Soldagem conhecido pela sigla  EPS. 

Como se organizar, ou como começar seus estudos para saber como elaborar esse documento tão importante?

São 13 os principais tópicos de que devem ser organizados para elaborar uma EPS, mas uma EPS não é válida se não validarmos através de testes e ensaios para isso temos o Registro de Qualificação Procedimento de Soldagem RQP, que  seria uma coletânea de todas as informações obtidas na validação da EPS, tais como  transcrição dos certificados de ensaios químicos, mecânicos, metalográficos, transcrição de todos os dados utilizados na soldagem do corpo de prova, etc., Também não podemos esquecer do Soldador o principal homem que faz a soldagem possível e para isso existe um documento que se chama Registro da Qualificação de Soldadores e Operadores de Soldagem  RQS,  onde são registrados todas as informações do corpo de prova usado na qualificação e todos os  limites que o soldador poderá usar  para executar seu serviço.

Vou procurar organizar a Engenharia de Soldagem baseado no código Internacional Americano ASME e na sua seção IX que trata desse assunto.

Veja O Quadro 1 com o resumos dos 13 Principais Tópicos, veja organizar de forma independente, organize seu banco de dados para consultas futuras de seus arquivos para um leitura complementar, podem ser arquivados catálogos técnicos, capítulos de livros, artigos técnicos, resenhas de códigos, tabelas técnicas, etc.

Cada Pasta terá textos sobre cada assunto tratado na EPS, O código ASME é usado como base nessa organização de assuntos, por meu de uma sigla chama QW que inglês significa Qualificação por Soldagem, então procure deixar bem separado cada assunto para melhor pesquisar e obter resultados mais rápidos.

Quadro 1 Resumos dos 13 Principais Tópicos


1. Documentação e Rastreabilidade

Todos os Códigos de construção deixam bem claro e necessidade de documentar as operações de soldagem, é necessário tomar uma série de precauções para garantir que as solda serão executadas com boa qualidade, crie os formulários mínimos necessários, esse será seu acervo técnico onde estarão um resumo de suas tarefas e a utilidade de cada formulário.

Nesta pasta você deve guardar todos formulários necessários ao preenchimento da documentação de soldagem, crie uma seqüência lógica de numeração, 

Documentação em soldagem é um fator muito importante e cuide bem das revisões e datas.

2. Processos de Soldagem 

Para a elaboração de uma EPS a primeira grande decisão a ser tomada é a escolha do processo de soldagem utilizado, a decisão de usar um processo ou outro é um fator determinante no sucesso da operação.

Arquive nessa pasta resumos e resenhas dos processos de soldagem que você emprega, os processos a arco são os mais utilizados e estão muito bem descritas e bem fundamentadas no código ASME.

3. Juntas QW 402

A partir desse ponto começam as variáveis que interferem na documentação de soldagem, apesar de não ser uma variável essencial nem para Procedimento nem para Soldador, o projeto de junta é muito importante no sucesso de uma solda, incluvise para as questões de produtividade, guarde seus projetos de chanfro que você teve sucesso na fabricação e sempre recorra eles na hora de preencher sua EPS.

4. Metais Base QW 403

A escolha adequada do metal base deve sempre em função de vários fatores, os principais deles são: Analise química do metal, as propriedades mecânicas tais como a tração, impacto, dureza  estado metalúrgico do metal, como tamanho de grão e tratamentos térmicos são levados  são levados em consideração, como também a resistência a corrosão.

Há diferença quando usar chapas, tubos, conexões e barras, guarde catálogos de fabricantes de produtos siderúrgicos, catalogo de Schedule de tubos, dimensões de barras tubos, tenha sempre um arquivo sobre flanges.

A principal norma que rege os Metais é o ASTM ou mesmo ASME parte A para metais ferrosos e parte B para metais não ferrosos.

Pode-se usar o agrupamento de materiais do QW 422 para escolhe o grupamento de Metais P número.

5. Metais de Adição QW 404

A escolha do metal de adição vem em seguida e está sempre atrelado as propriedades do metal base, o metal de solda sempre deve ser escolhido de acordo com as principais propriedades da chapa vendo sempre todos aqueles requisitos considerado sna união, guarda aqui catálogos de fabricantes de arames, eletrodos, fluxos, guarde resumos de usabilidade de metais de adição, Você pode consultar o ASME seção II parte C  trata  de todos os consumíveis de soldagem. 

6. Posições QW 405

As posições de Soldagem é um tópico mais ligado ao Soldador, pois para a qualificação de Procedimento não é uma variável essencial, é variável suplementar no caso do seu procedimento tiver requisitos de impacto.

Faça um resumo das posições de soldagem e as formas de soldagem para cada posição.

7. Preaquecimento QW 406

A escolha é sempre em função das características do metal base, outros importantes fatores são a espessura e rigidez da junta, cuidado que muitas normas de construção impõe temperaturas de préquecimento para vasos de pressão consulte a seção VIII Divisão 1 ou 2 ou 3. faça um resumo  conde você terá o material em função da espessura  rigidez  ou mesmo pode adotar fórmulas como o Carbono Equivalente para Materiais ferriticos Ceq.

8. Tratamento Térmico QW 407

A escolha é sempre em função da Chapa, espessura e rigidez da junta, você irá encontrar os requisitos de Tratamento térmico TT, mas na norma de construção e fabricação por ex seção VIII, no AWS D1.1 etc.

Faça uma coletânea de artigos onde TT é necessário ao parâmetro básico são a temperatura de TT e o tempo de patamar nessa temperatura.

9. Gás QW 408

A escolha é sempre em função do processo de soldagem empregado, os usos de misturas gasosas podem também ser escolhido pela sua eficiência de deposição, use uma quadro com as principais misturas e seus fabricantes, veja as vazões utilizadas em função do processo e da corrente de soldagem, esses dados também podem ser armazenados em técnicas QW 410.

Interessante ter estudos de proteção gasosa de raiz de soldagem em metais reativos ou refratários e suas vazões normais.

10. Características Elétricas QW 409

Conjunto de dados de Tensão Corrente e Velocidade  de Soldagem,  resumido no  Input de energia tenha sempre tabelas de artigos técnicos onde aparece os Parâmetros de soldagem.

11. Técnicas QW 410

São informações necessárias para executar limpeza e os cuidados com a junta soldada, quantos arames você colocará no caso de arco submerso ou MIG, técnicas de deposição oscilação do eletrodo, etc.

12. Ensaios QW 150 QW 160 QW 170 QW 180 QW 190

A compreensão de como fazer elaborar e ensaiar e também como analisar os corpos de prova ensaiados é uma atividade de Tecnologia de Soldagem usada par a a RQP  .Você deve ter em mente que deve estudar  como os ensaios de tração, dobramento, Macrografia, dureza são alguns dos métodos. Esse conjunto de testes que são necessários a fim de comprovar o que eu você especificou na chapa teste e se estão dentro dos requisitos da EPS e das variáveis  e faixas propostas.

Os soldadores também passam por ensaios que são o dobramento e o RX e ensaios visuais.

13 Soldadores QW 300

Pode ser também operadores de soldagem, devem ser constantemente avaliados e acompanhados pra ver se as soldas estão dentro das condições estabelecidas, aqui você pode arquivas relatórios de acompanhamento e RQS, lista de profissionais qualificados  e suas faixas.

Para saber mais você pode fazer o curso de Qualificação de Procedimentos conforme ASME IX, entre no site www.infosolda.com.br ou envie um e-mail para treinasolda@infosolda.com.br

Luiz Gimenes Jr., Tecnólogo de Soldagem com 30 anos de experiência em fabricação por Soldagem. e-mail gimenes@infosolda.com.br

 

SHARE
RELATED POSTS
Tabela de Parâmetros para MIG
Cálculo de espessura de Vasos de Pressão
Tubotech 2017 – Faça parte da principal vitrine do setor de tubos para todos os setores da economia!

Deixe seu comentário

*